Terça-feira, 30 de Novembro De 2010

Amizade

  ... escreveu fernando pessoa

 
 

"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,
das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, 
dos tantos risos e momentos que partilhámos.


Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das
vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...
do companheirismo vivido.

 

Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.


Hoje já não tenho tanta certeza disso.

Em breve cada um vai para seu lado, seja
pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.


Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas 
que trocaremos.

Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto 
se tornar cada vez mais raro.


Vamo-nos perder no tempo...

 

Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e
perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?

Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!


- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons 
anos da minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...

 

Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.

E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes
daquele dia em diante.


Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a 
sua vida isolada do passado.

E perder-nos-emos no tempo...


Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não
deixes que a vida 
passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de 
grandes tempestades...

 

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem 
todos os meus amigos!"

 

                                                          Fernando Pessoa

 

publicado por espiga às 13:55
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Setembro De 2010

Abraço

 

 


Abraço
É demonstração de afecto
Carinho e muito amor
É saudade e lágrima
Mas também o calor

Abraço é amar
É querer aconchego
É sentir um amigo
Com todo o seu apego

Podemos abraçar
Uma causa uma pessoa
Abraço é abraço
É cingir e cercar
É não sentir espaço

Abraçar uma causa

É o que nos faz sentir
Que quem luta acredita
E nunca deve desistir

Abraçar uma criança
Transmitir-lhe carinho
É dizer-lhe com os braços
Que nunca estará sozinho

Abraçar um amigo
Com toda a fraternidade
E como dizer estou aqui!
Para a toda a eternidade

Abraçar um amor
Com toda a compreensão
É desatar todos os nós
E fazer um laço de união

Vamos assim abraçar
Uma criança, uma causa
Um amigo e o nosso amor?
Custa tão pouco abraçar...
Acreditem não dá dor!

 

Desconheço a origem, mas gostei e faço questão de partilhar convosco.... Abracem muito porque assim também vão receber muitos abraços

 

 

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

posts recentes

últ. comentários

  • Tens um selinho para ti no meu blog Canela e choco...
  • Obrigada Tina, mas ainda não saltei é só daqui a u...
  • Eu nunca pratiquei desportos radicais...e agora, c...
  • Olá mais uma vez achei tanta graça ao teu comentár...
  • Olá venho deixar um beijinho e obrigado por me adi...
  • Amiga,Um xi- bem apertadinho.Bom fim de semana
  • Será que me pode confirmar se foi "A Casa dos Espi...
  • Começo por deixar um ABRAÇO. Gostei muito da poesi...
  • Eu queria ser astronauta, o meu país não deixou......
  • Descobri por acaso este blog e vejo que temos algu...

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

m80